Crianças

A linha das crianças de todas é a mais misteriosa. Esses espíritos infantis nos surpreendem pela ternura, inocência, argúcia, carinho e amor que vibram quando baixam em seus médiuns.

O arquétipo fundamentou-se nos espíritos ainda infantis regidos pelas Mães Orixás encantadas da natureza, que os acolhem em seus vastos reinos na natureza em seu lado espiritual e os amparam até que cresçam e alcancem um novo estágio evolutivo, já como espíritos naturais.

A presença desses espíritos infantis é tão marcante que mudam o ambiente em pouco tempo, descontraindo todos que estiverem à volta deles.

O arquétipo “criança” fundamentou-se na inocência, na fraqueza e na ingenuidade dos seres encantados ainda na primeira idade: a infantil.

Nessas dimensões da vida há eles e suas mães encantadas, todas elas devotadas à educação moral, consciencial e emocional, contendo seus excessos e direcionando-os na senda evolucionista natural, pois eles não serão enviados à dimensão humana para encarnarem.

A eles competem supri-los com o indispensável para que não entrem em depressão e caiam no autismo ou regressão emocional, muito comum nessas dimensões.

O arquétipo é forte e poderoso porque por trás dele estão as mães Orixás, sustentando-os, e também estão os pais Orixás, guardando-os e zelando pela integridade desses espíritos infantis.

Guias: Crianças

Mistério sustentador: Pai Oxumaré

Cor: Azul claro, branca e rosa

Erva: Camomila e erva doce

Frutas: Morango, pêra, melão e maçã

Saudação: Oni beijada!

Bebida: Guaraná

Elemento: Fitas, brinquedos e chupeta

Velas: Azul claro, branca e rosa

Flores: Flores do campo

Semente: Guaraná

Alimento: Doces em geral

Atua: Renovando

Data comemorativa: 27/09

Go to Top